Proposta: Viabilização do Centro de Reabilitação e Atenção à Pessoa com Deficiência

Proposta: Viabilização do Centro de Reabilitação e Atenção à Pessoa com Deficiência

Projeto: Centro de Reabilitação e Atenção à Pessoa com Deficiência em Ponta Grossa

A reabilitação tem como objetivo desenvolver potencialidades, talentos, habilidades e aptidões físicas, cognitivas, sensoriais, psicossociais, atitudinais, profissionais e artísticas que contribuam para a conquista da autonomia de quem a procura e da participação social em igualdade de condições e oportunidades com todas as pessoas. A proposta de viabilização do Centro de Reabilitação prevê a conquista de recursos para tornar a construção desta edificação possível na cidade de Ponta Grossa, com atendimento estendido às demais regiões dos Campos Gerais.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), só no ano de 2010 22% da população paranaense era composta por pessoas com pelo menos uma das deficiências investigadas (visual, auditiva, física e/ou motora, mental e/ou intelectual). Uma das razões para que este projeto seja viabilizado é a alta demanda por espaços como esse, uma vez que sabemos, por exemplo, que um órgão como a APAE atualmente não consegue dar conta de todas as pessoas que vão até lá em busca de atendimento.

No entanto, é preciso dizer ainda que tal projeto não atenderia exclusivamente pessoas com deficiência, mas acolheria também qualquer pessoa que estivesse em busca de reabilitação e, nesse sentido, sua viabilização é necessária. Assista ao vídeo:

 

O papel do Deputado Estadual

Além de ser o representante do povo nas Assembleias Legislativas, um deputado estadual tem também a função de viabilizar recursos para projetos que almeja junto a região que o elegeu.

Mas como funcionaria isso na prática?

Digamos que o deputado tenha algum projeto específico na área da saúde. Uma vez eleito, e por meio de conversas com ministros, secretários e demais pessoas interessadas, ele vai em busca de recursos (dinheiro, principalmente) que consigam promover este mesmo projeto e, assim, disponibilizá-los para o prefeito da sua cidade o qual fica encarregado de tirar o projeto do papel e concretizá-lo.
Ou seja, o deputado torna o projeto possível.

Também com o Apoio de João Arruda

 

 

Compartilhe:
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter